WordPress ou Joomla!: qual o melhor CMS gratuito

Você quer impulsionar o seu site ou negócio com um serviço que oferece ótimas ferramentas para isso? Ótimo! Então vamos explicar tudo para você poder escolher de forma assertiva, de acordo com o perfil da sua empresa e dos seus clientes.

• Para isso, primeiro vamos explicar o que são e como funcionam os CMS, e depois entraremos em detalhes sobre dois sistemas gratuitos, mais especificamente o WordPress e o Joomla!. Vale lembrar que mesmo sendo gratuitos, ambos oferecem serviços e ferramentas pagas.

Você está pronto para a jornada e de quebra aprender mais sobre como alavancar seus negócios na internet? Então vamos começar!

CMS: o que é e como funciona?

CMS é a sigla para Content Management System, também conhecido em português como Sistema de Gerenciamento de Conteúdo (SGC). Esses sistemas oferecem ferramentas para que qualquer pessoa possa criar, editar, gerenciar e publicar conteúdo online.

Para exemplificar de modo mais prático: o CMS é um sistema que oferece uma estrutura básica de site pronta, com uma interface que torna fácil a personalização desse site, através dos temas prontos disponíveis, e com uma área para criação e edição de postagens.

É assim que um blog funciona, por exemplo. Atualmente, desde grandes até pequenas empresas de comunicação usam sistemas de gerenciamento de conteúdo (CMS) para facilitar na criação, sem impor que os seus colaborares tenham conhecimentos técnicos de programação.

Isso é uma grande vantagem no uso de CMS, como WordPress ou Joomla!, porque assim os sites ou blogs podem ser atualizados e mantidos de forma rápida e simples, sem a necessidade de custos extras com pessoal especializado.

Mas vale lembrar que mesmo sem essa necessidade para administrar o site, o CMS não substitui um profissional da área, que pode ser responsável, tanto pela parte tecnológica e de programação (manutenção e infraestrutura), quanto pela parte de criação de conteúdo online.

Como diz o próprio nome, ele é um sistema, com ferramentas que possibilitam e facilitam a criação, edição e manutenção de conteúdo online.

No entanto ela não elimina a necessidade de hospedar um site em um servidor. Mas você sabe como funciona um serviço de hospedagem? Vamos lhe explicar, para ficar claro mais a frente o motivo pelo qual isso é tão importante para começar um site, seja ele um CMS ou não.

Hospedagem: o que é e como escolher?

Um sistema de gerenciamento de conteúdo (CMS) também precisa de hospedagem para funcionar.

Como vamos ver mais adiante, o WordPress oferece um serviço de hospedagem gratuito, mas com muitas limitações, enquanto o Joomla! pressupõe que você ou sua empresa já tenham contratado um serviço do tipo.

O serviço de hospedagem serve para que seu site seja publicado e permaneça no ar, podendo ser acessado por qualquer pessoa, em qualquer lugar do mundo com acesso a internet e a qualquer horário.

Para exemplificar de modo mais prático, imagine que a hospedagem funcione como o aluguel de um espaço físico, no qual funciona a sua empresa. Ela sempre estará ali, mesmo que não tenha ninguém dentro, desde que o aluguel seja pago para esse espaço continuar sendo a sua empresa.

Assim, a hospedagem é o pagamento do aluguel dentro de um servidor, que vai permitir o funcionamento do seu site o tempo todo, além de armazenar todas as informações necessárias para que ele continue funcionando e aparecendo no navegador dos visitantes.

Com um serviço de hospedagem, além de garantir o funcionamento ininterrupto do seu site, você também garante suporte técnico e auxílio em momentos estratégicos, evitando dores de cabeça desnecessárias. Esses serviços prestados junto com a hospedagem variam de acordo com o servidor contratado.

Atualmente existem várias opções de serviço de hospedagem, e assim como para o CMS, a escolha da opção ideal para o seu perfil ou o da sua empresa não é uma tarefa simples, mas para facilitar vamos sugerir três pontos para se considerar na hora da escolha:

Tipo de hospedagem: é bom ter em mente qual é o tipo de hospedagem que mais agrada ou melhor atende o seu perfil. Os tipos de hospedagem podem ser:

• Gratuito;

• Compartilhado (mais comum e conhecido apenas como hospedagem de sites);

• Em nuvem;

• Dedicado (oposto ao compartilhado);

• VPS (meio termo entre o compartilhado e o dedicado).

Referências e suporte ao CMS: sempre é bom verificar as opiniões de outros clientes, as principais avaliações, e se o serviço de hospedagem tem suporte para o sistema de gerenciamento de conteúdo (CMS) que você escolheu.

Custos e recursos: também é ideal verificar quais os custos e recursos oferecidos, para garantir que você terá o melhor custo benefício com um serviço de hospedagem que seja ideal para o seu site.

Ferramentas e funcionalidades de um CMS

Nós sabemos que a ideia de criar um site possa parecer muito complicada, e de certo modo seria mesmo, caso não existissem sistemas de gerenciamento de conteúdo (CMS). Além de pensar no nome e endereço ideal, seria necessário contratar serviço de hospedagem, programadores e web designers.

De forma resumida, as ferramentas e funcionalidades variam de acordo com o sistema de gerenciamento de conteúdo (CMS). Entre as principais estão:

• Gerenciamento de conteúdo: criação e edição de textos, vídeos e áudios.

• Acesso a múltiplos usuários: permite que vários funcionários ou colaboradores tenham acesso à plataforma, com o intuito de criar ou editar conteúdo no site.

• Agendamento de postagens: funcionalidade que permite o agendamento de novas publicações, sem a necessidade de login para que as novas postagens sejam feitas.

• Biblioteca de mídias: armazenamento de imagens, vídeos, áudios e textos, podendo ser limitada ou não, de acordo com o sistema de gerenciamento de conteúdo (CMS).

• Personalização de design: temas e templates personalizáveis, com opções variadas de customização.

• Integração de plugins e extensões: essas ferramentas variam de acordo com os sistemas de gerenciamento de conteúdo (CMS), e servem para incrementá-lo.

• Sistema de venda para e-commerce: varia de acordo com o sistema de gerenciamento de conteúdo (CMS), e pode oferecer funcionalidades como integração com gateway de pagamento.

• Ferramenta de otimização – SEO: com opções que variam, desde customização de URL (endereço do site ou postagem), até ferramentas que auxiliam no monitoramento das métricas de visualização do site.

• Interação com redes sociais: permite o compartilhamento nas redes sociais associadas ao site.

• Segurança de software: ferramentas como a autenticação de dois fatores e segurança no armazenamento dos dados do site.

Enfim, são várias as ferramentas e funcionalidades de um CMS, sendo todas importantes para a criação e manutenção de um site que bombe na rede, algo que nem sempre foi fácil ou que era possível apenas para programadores e desenvolvedores, ou que despendia de muito dinheiro.

Com o CMS todo esse processo é simplificado. Assim que o cadastro é feito já é possível escrever o nome e o endereço do site, podendo optar por um domínio gratuito ou não. Com esse passo inicial concluído, é a vez de personalizar a aparência do site e criar a primeira publicação.

Abaixo vamos falar um pouco mais sobre o WordPress e o Joomla!, dois dos sistemas de gerenciamento de conteúdo (CMS) mais populares.

Vale lembrar que tanto o WordPress quanto o Joomla! são gratuitos, com algumas funcionalidades sendo pagas, mas para poder usar a versão open source em ambos, ou seja, de código aberto e livre, é necessário que a sua empresa tenha contratado um serviço de hospedagem.

WordPress

O WordPress é bem conhecido na web, tanto por blogueiros quanto por empresas que possuem blogs, afinal ele foi criado lá nos idos de 2003 com o objetivo de ser uma plataforma para sites pessoais ou focados em conteúdo.

Com relação a parte técnica, o WordPress também é um CMS perfeito para blogs, inclusive em sites de e-commerce.

Existem duas versões disponíveis, o WorPpress.com e o WordPress.og.

O WordPress.com é ideal para blogs. Essa plataforma oferece um serviço de hospedagem gratuito com o software do WordPress. Nele é só se cadastrar e escolher uma das opções de domínio gratuito, ou pagar para ter uma opção de domínio personalizada. No entanto há várias limitações, ficando restritas funcionalidades como:

• Podem ser usados apenas os temas que estão disponíveis no site, cada um com limitações diferentes;

• Monetização apenas para planos pagos;

• Anúncios, marca e slogan do WorPress no site ou blog;

• Código fonte inacessível;

• Armazenamento limitado para planos gratuitos e mais baratos.

Enquanto isso, o WordPress.org é ideal para e-commerce e sites grandes. Para utilizar essa plataforma é preciso que você ou sua empresa já tenha, tanto um domínio registrado, quanto um servidor de hospedagem contratado, assim é só fazer o download do software e do código aberto e instalar no servidor. Justamente por ter código livre e aberto é possível usar todos os recursos disponíveis, sem limitações, ao contrário do wordpress.com.

Monique se refere à otimização de busca (SEO), o WordPress foi considerado por um tempo como a melhor plataforma entre os produtores de conteúdo, com plugins como WordPress SEO by Yoast, All-in-one SEO, SEO friendly images, e 404 Simple Redirect.

Porém, atualmente, não há um consenso se ele ainda é o melhor ou não, deixando esse quesito por conta dos plugins ou extensões disponíveis para o sistema de gerenciamento de conteúdo (CMS).

Joomla!

Como dissemos anteriormente, tanto o WordPress.org quanto o Joomla! possuem código livre e aberto, que pode ser utilizado de forma gratuita, mas para isso é necessário um serviço de hospedagem.

Por tanto, para utilizar o Joomla!, é necessário que você ou sua empresa já tenha um servidor de hospedagem, no qual será instalado o código aberto.

O Joomla! é considerado a plataforma ideal para sites complexos e de e-commerce por causa das suas opções de customização e funcionalidades oferecidas, sem limitações se comparada com o WordPress, principalmente com a versão totalmente gratuita.

No entanto, a interface é pouco intuitiva, o que torna mais lento o aprendizado sobre as funcionalidades do Joomla! e, por consequência, afeta a sua popularidade, algo que também acontece por conta da necessidade de já ter um serviço de hospedagem contratado para poder utilizar a plataforma.

Uma boa vantagem do Joomla! também está na segurança. Ele possui recursos que reforçam a segurança do site, como autenticação de dois fatores. O fato de não ser tão popular quanto o WordPress também ajuda, afinal isso influencia no fato de não ser um alvo frequente de hackers.

Assim como o WordPress, o Joomla! também oferece suporte para otimização de busca (SEO) por meio de algumas extensões como Xmap, SEO BOSS, e SH404SEF. Atualmente é difícil saber qual dos dois sistemas de gerenciamento de conteúdo (CMS) é melhor no quesito de otimização e não há um consenso entre os criadores de conteúdo SEO sobre isso.

Desse modo a performance do Joomla!, assim como do WordPress, nesse quesito, varia de acordo com os plugins ou extensões utilizadas no site.

WordPress x Joomla!

Para ficar mais fácil de visualizar antes de discutirmos os pontos principais para a escolha do sistema de gerenciamento de conteúdo (CMS) ideal, vamos fazer uma lista de prós e contras do WordPress e do Joomla!, de acordo com as informações passadas anteriormente.

WordPress – prós:

• Versão gratuita não precisa de hospedagem;

• Opções de domínio gratuito;

• Boa experiência do usuário, o que torna a plataforma mais intuitiva e fácil de aprender.

WordPress – contras:

• Versão gratuita (wordpress.com) tem recursos limitados;

• Monetização disponível apenas para planos pagos;

• Código fonte inacessível.

Joomla! – prós:

• Versatilidade, podendo ser usado tanto em sites complexos quanto em sites simples;

• Customização ilimitada;

• Maior segurança com recursos como a autenticação de dois fatores

Joomla! – contras:

• Precisa ter um serviço de hospedagem contratado;

• Maior tempo de aprendizado;

• Exigência de instalação de extensões.

Escolhendo o CMS ideal para você

Antes de discutirmos sobre os principais pontos a se considerar na escolha de um sistema de gerenciamento de conteúdo (CMS), é preciso deixar claro que, para escolher o CMS ideal, você precisa levar em consideração quais são os objetivos, as necessidades, e os recursos disponíveis da sua empresa para alavancar a presença online e os negócios.

Como dissemos antes, o WordPress.com é gratuito, mas bem limitado em termos de recursos, o que o torna ideal para blogs ou sites pessoais, mas não é o indicado para usos mais profissionais, como o WordPress.org.

Usabilidade: é um ponto importante de se considerar na escolha do sistema de gerenciamento de conteúdo (CMS), pois ela define o quão fácil ou simples é de implementar o CMS no servidor, além da facilidade em usar e aprender como a plataforma e suas ferramentas funcionam.

Plugins e extensões: outro ponto importante a se verificar é se o CMS que você escolheu oferece opções de recursos adequadas ao estilo de site da sua empresa (blog, corporativo, e-commerce).

Customer experience: a experiência do consumidor deve contar também na hora da escolha. Assim como a usabilidade é importante para quem está fazendo o site, esse ponto é importante para os visitantes desse site e potenciais leads (clientes).

Justamente por ser o seu cartão de visitas na internet, é bom saber se o visitante consegue acessar o conteúdo por qualquer meio online, seja por computador ou dispositivos móveis, além do quão bem a página roda nos principais navegadores.

Documentação: é outro tópico importante a ser considerado, embora um pouco mais técnico, é o acesso a documentação do sistema. Basicamente, isso é o modo como o sistema funciona em seus aspectos mais técnicos.

De maneira geral se deve evitar uma plataforma que não disponibilize a documentação do sistema, para não ter dores de cabeça no futuro, e pior ainda, poucos recursos para resolver essas dores de cabeça.

Além disso, se possível, evitar também sistemas cuja linguagem e estrutura sejam pouco compatíveis com os já usados pela empresa para não haver desarmonia e gerar um custo de trabalho maior do que o necessário.

Suporte: é bom verificar qual é o suporte que o CMS oferece para seus clientes, mas esse não é o único. Fóruns e páginas em redes sociais são criados por outros usuários dos sistemas de gerenciamento de conteúdo (CMS), com o intuito de reunir e tirar dúvidas uns dos outros.

Segurança: dependendo do tipo de site, esse pode ser o ponto mais importante para você. Questões sobre as funcionalidades e integrações com plugins ou extensões para e-commerce, por exemplo, requerem que o sistema seja o mais seguro possível. Isso é muito importante, nunca deixe de verificar o quão seguro e confiável o CMS é. Assim chegamos ao último ponto.

Referências: um dos modos de verificar os tópicos anteriores, mas principalmente os dois pontos acima, é buscando referências, seja com buscas na internet, em redes sociais ou com amigos que trabalham ou possuem outras empresas com presença online. Informação nunca é demais.

Levando tudo isso em consideração, em conjunto com o seu perfil ou da sua empresa, suas necessidades e recursos disponíveis, esperamos que seja mais fácil analisar e, eventualmente, concluir qual é o sistema de gerenciamento de conteúdo (CMS) mais adequado para você.

Fontes:

https://pt.wikipedia.org/wiki/Sistema_de_gerenciamento_de_conteúdo

https://rockcontent.com/blog/como-escolher-um-cms/

https://www.superix.com.br/blog/47-joomla-ou-wordpress-vamos-falar-dos-melhores-cms

https://upsites.digital/desenvolvimento-web/joomla-ou-wordpress-qual-melhor/

https://www.hostnet.com.br/blog/wordpress-vs-joomla-qual-o-melhor/

joomla.com: seu site em joomla gratuitamente

Crie seu site com joomla.com gratuitamente!

Joomla! oferece solução hospedada GRATUITAMENTE
no site Joomla.com em parceria com SiteGround

New York, NY, – 20 de janeiro de 2015 – Joomla, um dos mais populares sistemas de gerenciamento de conteúdo de código aberto do mundo, anunciou hoje o lançamento de seu novo serviço: Joomla.com. Os usuários agora podem criar e construir sites Joomla hospedados gratuitamente. O projeto é executado em parceria com a empresa SiteGround, que desenvolveu a infra-estrutura de servidor que irá acomodar os sites gratuitos Joomla.

Ao fornecer uma opção para ter um site hospedado gratuitamente por tempo ilimitado, Joomla pretende tornar-se ainda mais popular e aumentar substancialmente a sua base de usuários. O público-alvo do novo serviço são as pessoas que buscam opções hospedadas gratuitas nas várias soluções de construção de website. O novo serviço não só elimina o custo de hospedagem de criação de um site com Joomla, como também facilita que o novo usuário conheça o sistema. O lançamento de um website pelo Joomla.com é feito com alguns cliques.

A Presidente da Open Source Matters Inc., Sarah Watz, revelou: “Estou muito animada, porque o novo serviço em Joomla.com torna o CMS Joomla! uma opção mais acessível do que nunca para todos”.

O serviço Joomla.com fornece todas os recursos básicos de edição padrão do CMS Joomla! e tem uma capacidade de expansão limitada. Inclui um conjunto variado de modelos pré-selecionados e extensões pré-instaladas extremamente úteis, como o Google Analytics, Integração de Mapas do Google, comentários baseados em Disqus e opções de compartilhamento em redes sociais.

O serviço pode não ser a solução adequada para os usuários que gostariam de criar um site avançado com código personalizado e sua própria escolha de modelos e extensões. Porém, os sites iniciados em Joomla.com pode ser facilmente transformados posteriormente em projetos próprios sem nenhuma limitação de capacidade de extensão. Tudo depende da finalidade do projeto. Uma consultoria de TI pode ajudar nessa situação (saiba mais sobre consultoria de TI aqui).

De acordo com Sarah Watz, as principais razões para usar Joomla.com ao invés de ter uma instalação em servidor próprio são:

  • Hospedagem do site GRATUITA.
  • Nome do site gratuito no subdomínio Joomla.com (ex: meusite.joomla.com).
  • Vem pré-instalado com extensões, modelos e todos os idiomas disponíveis.
  • Atualizações automáticas.

Você pode ver uma comparação mais detalhada entre as duas opções em: http://tutorials.joomla.com/basics/16-joomla-com-vs-joomla-org

Alguns dos outros benefícios do novo serviço de hospedagem do site gratuito em Joomla são:

  • Não tem anúncios;
  • O administrativo (backend) Joomla está traduzido em mais de 50 línguas diferentes, tornando Joomla.com uma maneira para que todo o mundo comece a ter sua presença on-line facilmente e gratuitamente.
  • Facilidades para mudar para uma hospedagem em domínio próprio.
  • Joomla é uma dos CMSs mais populares e é usado por milhões de pessoas ao redor do mundo por quase 10 anos e os usuários do Joomla.com poderão se beneficiar do conhecimento da grande e acolhedora comunidade global que já existe.

A infra-estrutura de servidor do Joomla.com é construída e será oferecida pela empresa de hospedagem SiteGround. O parceiro de hospedagem do projeto foi escolhido por Open Source Matters Inc. (OSM), entre vários candidatos por meio de uma solicitação de propostas públicas. Os usuários Joomla.com que a qualquer momento decidirem trocar para uma hospedagem própria estarão livres para mudar seu site para qualquer empresa de hospedagem de sua escolha. No entanto, se optar por utilizar um plano pago de hospedagem compartilhada na SiteGround, boa parte do valor pago pela hospedagem será revertido como contribuição para o projeto Joomla.

“Estamos muito orgulhosos de ser o parceiro do Joomla neste projeto. Tem sido uma ótima forma de nós contribuirmos para a comunidade com o que temos de melhor: nossa experiência em hospedagem de sites”, diz Lilyana Yakimova, Gerente de Marketing da SiteGround.

Sobre o Joomla!

Joomla é um dos softwares mais populares do mundo, usados para construir, organizar, gerenciar e publicar conteúdo para sites, blogs, Intranets e aplicativos móveis. Com mais de 3 por cento da Web utilizando Joomla e market share de mais de 9 por cento, o aplicativo impulsiona a presença na web de centenas de milhares de pequenas empresas, governos, organizações sem fins lucrativos e organizações mundias de grande porte como Citibank, eBay, General Electric, Universidade Harvard, Ikea, McDonald’s e Sony. O premiado CMS é liderado por uma comunidade internacional de colaboradores, que ajudam desde o usuário iniciante até o desenvolvedor web experiente a tornar suas ideias digitais em realidade. O poder e capacidade de extensão do Joomla resultou em um software que já foi baixado mais de 60 milhões de vezes.

Sobre Open Source Matters, Inc.

Open Source Matters, Inc. (OSM) é a organização sem fins lucrativos criada para organizar e dar apoio jurídico e financeiro para o Projeto Joomla.

Sobre a SiteGround

SiteGround é uma empresa líder de hospedagem web com foco especial no CMS Joomla. Desenvolvedora de várias soluções de otimização de velocidade, segurança e gestão para os seus clientes que usam Joomla, a SiteGround também tem estado ativamente envolvida com a comunidade Joomla, patrocinando, participando e/ou fazendo apresentações em mais de 40 eventos Joomla durante os últimos três anos. SiteGround atualmente é o parceiro oficial de hospedagem de Joomla! do serviço de demonstração e seu novo serviço de hospedagem gratuita.
 
Contato Editorial:
Sarah Watz
+46708755115
sarah.watz@opensourcematters.org

Pacote Joomla de tradução pt-BR

O Janderson Chande disponibilizou em seu site uma tradução não-oficial do Joomla para o Português-Brasileiro. Clique aqui para ir à página de download.

O JUG caRIOca te dá boas vindas!

Grupo de Usuários Joomla caRIOca, batizado com o termo utilizado para designar os nascidos na cidade do Rio de Janeiro, tem como objetivo trabalhar a troca de experiência entre seus membros, promover o Joomla!® na cidade do Rio de Janeiro, ao mesmo tempo que é um espaço fora do virtual disponível para encontros sociais e de networking.

Todos os membros se conheceram por conta de sua paixão pelo Joomla® e vontade de aprender e trocar com outras pessoas.

Nosso objetivo principal é juntar aqueles e aquelas que realmente se interessam pelo uso do CMS, que queiram trocar experiências e possam ajudar das mais variadas formas na divulgação e manutenção do projeto, participando da comunidade.

Aguardamos seu contato!

Pacote Joomla de tradução pt-BR

Para instalar, no administrador acesse Extensões > Gerenciador de Idiomas e clique no botão Instalar Idiomas. Se nada aparecer listado, clique em Procurar Idiomas. Na campo de busca insira Português e clique na lupa para encontrar o pacote. Quando for exibida a tradução, clique na caixa do lado esquerdo e depois no botão Instalar na parte superior da página. Também é possível baixar o pacote do JoomlaCode e instalá-lo através do Gerenciador de Extensões.