O site Mega foi bloqueado por operadoras de internet brasileiras

Com processo em segredo de justiça, o acesso ao site de armazenamento em nuvem Mega foi bloqueado por algumas operadoras de internet brasileiras.

A questão afeta os assinantes da Algar Telecom, Vivo Fibra Empresas, NET e Tim Black. O processo apresenta-se em segredo de justiça, não existe forma de verificar a motivação para o bloqueio.

Fontes seguras dizem que é bem provável que a proibição esteja ligada a casos envolvendo propriedade intelectual.

Por causa do bloqueio, clientes das operadoras que utilizam os serviços da envolvida demonstraram sua insatisfação nas redes sociais.

Em uma rede social, após as reclamações dos clientes, a conta oficial do serviço Mega indagou a operadora Algar sobre a questão..

De acordo com as fontes, o bloqueio foi realizado pelo DNS, ou seja, o serviço que faz a ligação entre o domínio que o usuário quer acessar e o respectivo site. A Tim Black não respondeu ao questionamento.

Clientes da NET (Claro) estão bloqueados por IP – então o acesso por uma VPN continua possível. O site apresenta-se fora do ar apenas para usuários brasileiros, já que o problema está no Brasil em si.

Em debates sobre o tema, os usuários procuram maneiras de entrar no serviço.

Em acordo com um colaborador, o acesso por meio do aplicativo oficial do Mega ainda está funcionando.

Dessa forma, é bem possível recuperar dados importantes pelo celular caso o serviço deixe de funcionar no país. Isso, claro, até que uma nova decisão judicial revogue a primeira, a proibição de acesso permanece ativa.